O vento me disse... #01 - A Carícia do Vento - Janet Dailey


Livro:  A Carícia do Vento 
Autor (a): Janet Dailey
Número de Paginas: 336
Editora: BestBolso
Ano: 2009
Compre aqui ou aqui 
A protagonista é a jovem milionária Sheila Rogers, bela, impulsiva e mimada que vivia em Austin, no Texas. Sheila contraria as expectativas de seus pais e foge para Juarez, no México, com Brad Townsend, um homem bonito e envolvente, mas que nada mais era senão um caça-dotes. A lua de mel do casal converte-se num verdadeiro inferno quando seu marido é brutalmente assassinado e ela é sequestrada e levada por um bando de pistoleiros para um esconderijo nas montanhas. É ali que Sheila conhece Ráfaga, homem corajoso e idealista, e logo o ódio se transforma numa paixão arrebatadora.
Oi leitores, hoje, vou falar sobre o livro A Carícia do Vento da autora americana Janet Dailey. Antes de tudo, se você tem um conceito formado em relação a livros que são de banca (pois o mesmo já foi publicado no Brasil como tal) peço que jogue de lado e arrisque na leitura, pois tenho certeza que você sairá dessa aventura amando ou odiando a história, mas jamais será indiferente a ela.

O livro foi publicado inicialmente em 1979 se tornando o primeiro livro de Dailey a entrar na lista de livros mais vendidos do The New York Times, eu tenho a versão mais recente lançada no Brasil pela BestBolso em 2009.

Temos como protagonista da trama a jovem Sheila Rogers, possuidora de grande beleza, fortuna, impulsividade e porque não, certa “mimades” por ser a filha única de um casal milionário. A mesma vê a sua vida mudar totalmente quando decide fugir de Austin (Texas) para Juares (México) com o seu namorado, o trabalhador cheio de encantos, Brad.

Toda a beleza de Brad desaparece quando o mesmo mostra a sua arrogância e ganância após estarem casados. Isso acontece logo nas primeiras páginas do livro, por isso podem ficar tranquilos, essa não é uma história comum em que o “vilão/mocinho” passa a história toda enganando a mocinha. Ainda na lua de mel ele morre, isso mesmo, Brad é assassinado. Esse é apenas o inicio da aventura de Sheila, que será sequestrada pelo bando de pistoleiros que matou o seu marido.

Nas longas montanhas isoladas do México a protagonista encontrará o enigmático Ráfaga, líder do bando. O que ela não imagina é que encontrará nele o homem que mais odeia na face da terra e o que mais ama. Vivendo juntos, um mundo de desejo, ódio, paixões, arrebatamentos e tristezas.  

Esse misto de sensações estará presente no livro a todo o momento e temas como a Síndrome de Estocolmo faz parte das discussões sobre o mesmo. Por tanto, estejam preparados para uma leitura agridoce que te fará refletir e mostrará que nem tudo é preto ou branco.

A única critica que faço em relação a história do livro é ao final que foi muito corrido, entretanto, sei que ele permite uma série de questionamentos e possibilidades.

Quem gostou do livro e quiser comprar, logo no começo do post deixo o endereço de dois sites com essa finalidade, aproveitem que estão com ótimos preços e estão acabando. A versão lá de cima é de bolso e não encontrei erros que comprometessem a história, o que pode ser negativo é as páginas serem brancas (prefiro amareladas...rs).  :(  Para quem já leu o livro o que vocês pensam?

Outras versões brasileiras:



Até a próxima!!!

Sou Noveleira #01 - A usurpadora



No primeiro sou noveleira do blog vamos falar de um dos grandes clássicos mundial em se tratando de novelas, estou falando de A Usurpadora (La Usurpadora).

A novela foi produzida pelo Salvador Mejía e escrita por Carlos Romero no ano de 1998 no México, sendo transmitida pela rede de televisão Televisa. A mesma é um remake da novela de mesmo nome do canal venezuelano RCTV de 1992.

A história gira entorno da troca de duas mulheres que são idênticas na aparência mais que são de personalidades totalmente diferentes, Paola e Paulina. Está última acaba se envolvendo numa trama de intrigas e ambição, guiada com o impulso e permissão de Paola Bracho. O que elas não sabem é que a vida das duas nunca mais serão as mesmas.  

Mais que literatura... #01 - Série North and South, BBC, 2004



E no mais que literatura de hoje, vamos falar um pouco sobre uma série que amo de paixão e divide meu favoritismo com Orgulho e Preconceito da Jane Austen (BBC, 1995), estou falando de North and South (Norte e Sul). 

A mesma foi produzida pela BBC em 2004 - em quatro capítulos, sendo baseada no romance homônimo de Elizabeth Gaskell (publicado em 1984), teve como protagonista a atriz Daniela Denby-ashe como Margaret Hale e o ator - lindíssimo por sinal - Richard Armitage (o anão Thorin Escudo de Carvalho do filme "O hobbit") como o John Thorton.